Asas para as mãos

Share

 

Hoje em mim vivem duas criaturas: uma quer fotografar, a outra escrever. Não sei dizer quem é a mais velha. Sinto que vivem em harmonia e o espaço virtual é propício para as práticas. Sim, as criaturas continuarão a se expressarem através da imagem e das palavras. Com licença, escribas, darei asas às mãos!